No ultimo dia do Curso Movimentos de Libertação na África, Milton Barbosa (Miltão), nos trouxe a historia do movimento negro na perspectiva de quem viveu, vive a construção cotidiana do movimento negro no Brasil, fecha o curso nos narrando como todas essas teorias se refletem e contribuem para esse processo todo.

Confira as fotos!!

by Felipe Choco –

 

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

  • São de Campinas as lideranças extremistas mais radicais da direita e esquerda do Brasil. Numa enquete livre feita por especialistas para saber quem era estas maiores lideranças brasileiras. Apesar da riqueza de nomes e referencias os campeões pelo conjunto da obras do Oiapoque ao Chuí. E por mera consciência nascidos OC- JB- JO e RB adotado em Campinas SP que foi a capital da escravidão e o berço da republica do Brasil. São as feras, os pesos pesados da Direitona Olavo de Carvalho e Jair Bolsonaro apoiados das elites e grande mídia ambos é pró Judaísmo Sionista de Israel e na Esquerdona Reginaldo Bispo e Jorge Oba Oliveira inimigos da direta e boicotados pela grande mídia e tidos como xiitas do Movimento Negro Brasileiro MNB. São pró Palestina Livre Independente.

    Olavo de Carvalho. Radical filósofo burguês, escritor, jornalista, professor é fascista, racista e guru do neoliberalismo tupiniquim. Olavo é radicado nos Estados Unidos de onde divulga suas idéias reacionárias com apoio da elite e da mídia direitista conservadora brasileira.
    Jair Bolsonaro principal líder Radical da extrema direita brasileira é Deputado Federal e Militar. Bolsonaro é conhecido como o Pitibull da Casa Grande, apoiado da mídia e porta voz das elites e grupos fascistas e racistas. Xenofóbico e Inimigo numero um dos movimentos sociais.

    Reginaldo Bispo do MNU, GT e OLPN ex-PT. Filósofo sindicalista. Radical guerreiro incansável umas das vozes mais fortes da historia do MNB que sem medo do combate enfrentou centenas de lutas em favor da comunidade negra, contra racismo e as desigualdades sócias e econômicas no Brasil e no mundo.
    Jorge Oba Oliveira da ONNQ, REQBRA e MIL ascendente de escravos de Barreto Leme e do alto Níger têm a visão científica e emocional local e mundial da questão afro com uma das pregações mais forte do historia MNB ele diz que não é radical o sistema que é radical contra os negros.